Transformação: do medo ao aprendizado e crescimento

Entendo que, talvez, em um primeiro momento, você tenha vontade de mudar de artigo porque não aguenta mais ler, ver, ouvir e viver a pandemia da Covid -19. Mas, calma, vamos pensar na Covid como uma  possibilidade de se autoconhecer, aprender, crescer e levar este novo repertório para outros desafios da vida.

 

Vamos entender:

Em períodos difíceis é natural sentir ansiedade, principalmente quando sensibilizam os três pilares de sustentação humana (biológico, psicológico e social). Abaixo a Pirâmide de Maslow que ilustra e subdivide essa tríade.

 

O Coronavírus tem sensibilizado essa estrutura deixando o biológico vulnerável, pois ainda estamos aprendendo sobre a melhor maneira de se imunizar. O psicológico porque o momento solicita novos repertórios comportamentais, expõe as pessoas a estresses, perdas ou trocas de fontes de prazer e aciona o sistema de alerta. O social, pois estamos acostumados a nos protegermos em comunidade, e neste momento, estamos em isolamento, privados do contato.

 

Diante deste cenário, é muito comum a ansiedade aumentar, podendo paralisar, desorganizar o comportamento ou gerar fuga/esquiva da situação: na primeira, a pessoa pode ficar sem reação, negligenciando cuidados, na segunda pode haver compras de forma exagerada, agitação motora e, na última, há uma tendência a fugir do assunto e da adaptação de ações importantes para o momento.

 

Embora essas reações sejam naturais, é possível ter outra maneira de fazer a travessia deste momento, focando no autoconhecimento, autoanálise e ter outras ações que possam trazer mudanças positivas e favoráveis em longo prazo. Como sugere a imagem abaixo.

Existem alguns exercícios que podem ajudar, tais como meditação, mindfulness, gratidão e muitos outros. Vou descrever o da gratidão, que é bem simples: pegue um pote transparente, pode ser até de conserva, escreva diariamente em um papel algo que você é grato e coloque neste pote. É só isso!

 

Mas parar para pensar no que você é grato no dia te coloca no aqui e agora, tira o foco do problema e direciona para solução, com isso, reduz a ansiedade e pode melhorar a autoestima, autoconfiança e colecionar boas memórias, pois você verá o pote enchendo de gratidão. De tempo em tempo, você pode pegar um destes papéis e relembrar que o momento foi desafiador, que você o superou e ainda cresceu.

 

Desejo a todos sabedoria para transformar o desafio do momento em aprendizagem e crescimento!

Fonte: ARTIGO PUBLICADO NA REVISTA CORRETORA DO FUTURO
31ª edição | ano 6 | 2020 | jan/fev/mar