29 novas corretoras fecharam parceria com a Rede Lojacorr em abril

A empresa encerrou o mês com crescimento de mais de 7,33% em relação ao mesmo período do ano passado e R$ 50,6 milhões em produção.

 

O mês de abril encerra com crescimento de mais de 7,33% em relação ao mesmo período do ano passado e R$ 50,6 milhões em produção da Rede Lojacorr. Desse total, R$ 45,9 milhões são a produção de seguros, R$ 2,015 milhões em consórcios e R$ 2,66 milhões nos demais segmentos.

 

O diretor Comercial da empresa, Geniomar Pereira, fala que é possível crescer durante a crise e a pandemia. A Lojacorr encerra abril com mais 29 corretoras de seguros em seu ecossistema de soluções de proteção no Brasil, além do aumento da produção. O crescimento foi alcançado em 32 unidades da Rede, 70% das companhias de seguros parceiras, 58% das corretoras da Rede e os ramos de destaque no período foram RC Geral 254,28%, Rural 152,53%, Saúde 142,65%, Transportes 80,72% e Vida 56,84%.

 

De acordo com Pereira, todos os brasileiros, assim como na empresa, sabiam que ia ser economicamente difícil. Sendo assim, a organização planejou as ações que poderiam reverter a situação de crise financeira para todo o seu ecossistema. “O mês de abril ia ser um divisor de águas durante os primeiros 30 dias do isolamento. Abrimos o mês com 27% menos do que o mesmo período do ano anterior nos primeiros dias de abril. Entre as nossas estratégias, resolvemos negociar contratos com os parceiros e investir em treinamentos, buscando novas oportunidades”, afirma.

 

Segundo o executivo, que ressalta o fato de que não existe receita para lidar com essa situação, a forma encontrada pela Rede, no momento, foi de agir rápido e mensurar também na mesma proporção qualquer distorção. “Passamos a medir nossos resultados de hora em hora, procurando proatividade na tomada de decisão”, acrescenta.

 

Tendo em mente que a média de perda das seguradoras em abril está em torno de 20%, a empresa percebe a importância de dividir as melhores práticas com todo o mercado, assim como no segmento de consórcios. A Lojacorr também possui uma marca própria, administrada pela BR Consórcios, que fechou o mês de abril com crescimento de 2,03%. “Conseguimos também reverter o cenário em consórcio, acreditando no público usuário do sistema, formado em sua maioria por investidores e poupadores”, diz o executivo.

 

Além disso, o diretor explica que, mesmo sabendo que cada dia será um desafio, a principal dica da empresa é a agilidade e a construção de uma base. “Criamos um Comitê de Crise já nos primeiros dias de isolamento. Temos um programa de valores com 7P’s, que inclui produtividade e prospecção, mas o nosso principal P vem de pessoas, pois priorizamos cuidar do nosso maior bem. Quando tudo aconteceu, sentimo-nos na obrigação de proteger a sociedade. Fizemos uma agenda de reuniões fixas online para trazer todos para o mesmo jogo e manter a união do time”, ressalta Pereira.

 

Sobre as previsões e percepções, o diretor explica que projeções até o final do ano não estão sendo feitas no momento pela Rede. A empresa está trabalhando com prazos curtos de planejamento, observado o comportamento do País e do mundo. “Como já existe um estudo de que o PIB pode cair até 10% no Brasil esse ano, o meu conselho é planejar mensalmente. Estamos numa mesma tempestade, mas a escolha da embarcação vai depender de cada um de nós”, orienta.

 

Pereira complementa dizendo que se está difícil para as grandes organizações e para quem está em Rede como a Lojacorr, imagina para que está sozinho. Por isso, a empresa está trabalhando para trazer novas corretoras para o seu ecossistema, isentando taxas de carência por pelo menos um ano. “Temos também uma cláusula de não competitividade, por acreditarmos que devemos eliminar a concorrência interna para crescer e abraçar o profissional do seguro”, finaliza.

 

Fonte: Apólice