O modelo anterior trabalhava com pagamentos semanais e mensais. Agora há possibilidade do corretor parceiro da empresa receber diariamente

 

O novo modelo de pagamento de comissões da Rede Lojacorr amplia as formas de comissionar, bem como reduz o tempo de pagamento, caso o corretor opte por esse formato. O novo programa teve o seu amadurecimento, testagem no Nordeste do Brasil e execução mesmo durante a pandemia da Covid-19.

O programa RTC (Redução no Tempo de Comissão) foi priorizado pela empresa devido à sua necessidade de implantação para atender uma demanda do profissional de seguro da Rede. O modelo anterior trabalhava com pagamentos de comissões semanais e mensais. Agora há possibilidade de receber diariamente, seguindo orientações de horários para fechamento e conferência dos dados, com envolvimento dos departamentos Operacional e Financeiro da organização para validação das informações, junto aos extratos das companhias. O novo modelo dá autonomia para o proprietário da corretora realizar o fechamento pelo sistema sobre o que tem a receber. A emissão das notas é realizada pelo sistema BrokerOne e, para operar, basta ter a certificação digital (ECNPJ).

O benefício do programa é a agilidade dos processos como um todo. É o que afirma o idealizador do projeto, Marcos Marchioro, analista de Business Inteligence da Lojacorr. O diferencial do novo modelo é que foi criado durante um evento da empresa, que incentiva o colaborador a desenvolver projetos mesmo que não estejam diretamente ligados à sua área de atuação, dando liberdade para buscar soluções para questões da organização e do segmento. “A expectativa é reduzir o tempo entre o recebimento do extrato da seguradora e o pagamento da comissão ao corretor em 85%, otimizando processo e aplicando tecnologias”, conta.

Marchioro adianta que a perspectiva é de estender para todo o território nacional. “Após essa implantação, o novo modelo possibilitará atender às necessidades do corretor em relação aos seus proventos sendo parceiro da Rede, tornando a empresa mais competitiva no mercado segurador e chegando ainda mais perto do segurado, ajudando o brasileiro a se proteger mais e melhor”, acrescenta.

Para Alex Martins, gerente de Tecnologia da Lojacorr, a expectativa é grande em relação ao projeto, ainda mais no momento atual da pandemia, já que pode minimizar os impactos econômicos dos corretores parceiros. “Muitos desses profissionais nos solicitavam uma redução no nosso período de corte e pagamento das comissões, porém sempre lhes explicava o motivo do período do corte, pois estamos falando de um grande volume de repasse semanal. Quando o time apresentou a ideia do projeto, percebi que esse novo modelo faz muito sentido aos nossos clientes, pois dá ao corretor a possibilidade de receber diariamente e melhorar sua performance e engajamento”, conta o gerente, acrescentando que projetos como esse são estratégias fundamentais para o desenvolvimento e sustentabilidade da Rede e seu ecossistema.

A flexibilização dos modelos é um diferencial para o parceiro, conforme diz Eder Rodrigo Santos, gerente de Operações da empresa. “Com essa mudança o corretor passa a ganhar uma terceira opção, onde ele pode decidir quando fechar o lote de pagamento de suas comissões de acordo com algumas premissas do processo. Essa inovação traz agilidade nos repasses e permite às corretoras da Rede a escolha que melhor se encaixa em sua linha de trabalho, simplificando o processo”.

A opinião é compartilhada pelo diretor Financeiro da Rede, André Duarte. Segundo ele, em tempos de pandemia, ter recursos financeiros disponíveis se tornou prioridade para todos. “Acreditamos que o projeto trará satisfação para as corretoras e liberdade de escolha, com mais agilidade, eficácia e segurança para os parceiros. Além disso, a corretora poderá administrar o sistema como um extrato da conta bancária, onde o cliente verifica o extrato com valor disponível e procede no saque do valor da sua conta para utilizá-lo”, explica.

Além disso, como um aperfeiçoamento do novo modelo, um projeto complementar foi criado para atender uma necessidade específica do programa. Trata-se da Conferência Automática de Notas Fiscais, onde as corretoras irão emitir as notas fiscais diretamente pelo sistema BrokerOne.

Monique Konrad, líder desse projeto e colaboradora do departamento Financeiro da Lojacorr, explica que o intuito do projeto vem de encontro à diminuição do tempo de conferência das notas fiscais, assertividade na conferência e eliminação da possibilidade de erros, automatizando o preenchimento dos sistemas. “Ouvimos sobre a necessidade do pagamento diário de comissões regularmente. Nada mais natural que esse pedido seja colocado em foco com a criação desses projetos. A missão dos corretores da Rede é proteger, seu tempo e foco devem ser empregados a esse propósito. As possíveis preocupações geradas por não receberem diariamente serão extintas”, finaliza.

 

Fonte: CQCS